A CARSAMMA

O conceito de uma Agência de Monitoração Regional (RMA) surgiu do trabalho realizado pelo Painel de Revisão do Conceito Geral de Separação (RGCSP), quando identificou que havia a necessidade de monitorar o desempenho da manutenção de altura das aeronaves, como parte de qualquer programa de implementação do Mínimo de Separação Vertical Reduzido (RVSM). Ao estabelecer esta exigência, o RGCSP reconheceu que a RMA teria a responsabilidade de garantir que uma monitoração apropriada seria realizada, a fim fornecer dados suficientes para a conclusão de uma avaliação de risco. Consequentemente, uma RMA foi concebida como uma organização estabelecida por um grupo de pessoas, e autorizado a prover serviços de supervisão de segurança relativos à implementação e ao uso seguro contínuo do RVSM dentro de um espaço aéreo designado. Assim, a Agência Regional de Monitoração das Regiões do Caribe e da América do Sul (CARSAMMA) foi estabelecida para prover o suporte durante o uso seguro contínuo do Mínimo de Separação Vertical Reduzido (RVSM) no espaço aéreo das regiões CAR/SAM. Os deveres e as responsabilidades principais da CARSAMMA incluem: • Supervisionar todos os aspectos do funcionamento da navegação horizontal e vertical, incluindo o desempenho da “manutenção de altitude”; • Supervisionar o estado da aprovação de aeronaves a fim de manter o índice de operações de aeronaves não-aprovadas no espaço aéreo RNP/RVSM dentro de limites aceitáveis; • Conduzir a avaliação de segurança antes e depois da implementação do RVSM nas Regiões CAR/SAM e divulgar os resultados apropriadamente; • Estabelecer e manter uma base de dados das aprovações RVSM; • Facilitar a transferência dos dados de aprovação com outras agências regionais de monitoração.